domingo, 13 de junho de 2010

Tortei de Abobora


É receita de família, para ocasiões especiais.
É um prato trabalhoso como todos os pratos que são de massa caseira, mas no final vale todo o esforço. Aqui em casa a gente divide as tarefas: um fica responsável pela massa (eu) e outro fica responsável pelo molho e pelo recheio, no fogão (ele).

Ingredientes:

Massa:
5 ovos
500g de farinha de trigo
1/2 xícara de água morna (só se precisar)

Recheio:
1 dente de alho
1/2 cebola
500g de abóbora* cozida e espremida
30g de queijo parmesão
1/2 xícara de farinha de rosca
sal
pimenta do reino
noz-moscada
salsinha picada

*A abóbora da receita oficial é a japonesa, mas desta vez fizemos com moranga. Acho que fica bom com as duas.

Molho:
1 dente de alho
1/2 cebola
1 lata de tomate pelado
sal
pimenta de reino
açúcar
manjericão fresco
mussarela de búfala picada

Preparo:

Em uma superfície lisa, arrume com cuidado a farinha e os ovos formando um vulcão assim. Comece a misturar a farinha com os ovos até formar uma massa que você consiga manusear sem ela grudar. Caso a massa fique muito seca, vá acrescentando a água morna aos poucos, beeem aos poucos, quase de gota em gota. Assim que a massa alcançar uma consistência agradável, enrole-a em um pano e deixe descansar por aproximadamente 30 minutos.

Em uma panela cozinhe a abóbora picada e depois esmague-a até formar um purê. Reserve. Refogue um dente de alho, meia cebola picada e misture o purê de abóbora, o queijo parmesão e depois tempere com sal, pimenta do reino, noz-moscada e salsinha picada. Misture a farinha de rosca para secar, desligue o fogo e deixe esfriando.

Para fazer o molho, refogue outro dente de alho, a outra metade da cebola e depois acrescente o tomate pelado (grossamente picado), tempere com sal, pimenta do reino e um tiquinho de açúcar. O manjericão e a mussarela de búfala serão acrescentadas mais tarde, reserve tudo.

De volta à massa. Agora vem a parte mais complicada. O seu objetivo é ter muita paciência e abrir a massa de um jeito que ela fique o mais fina possível. Não vou dizer que é fácil, nem que é rápido, mas também não é impossível, é só acreditar! Faça isso com ajuda de um rolo de madeira (agora eu tenho um), ou de uma garrafa grande bem limpa. Devo dizer que o começo é a parte mais difícil, mas depois que ela começa a abrir, vai ficando casa vez mais fácil. Outra dica é impar a mesa quanto a massa tiver descansando e abrir ela na mesa limpa. Foi a primeira vez que fiz isso e achei muito melhor do que quando a mesa está com farinha salpicada.


Corte a massa em retângulos, coloque uma quantidade satisfatória de recheio em uma metade do retângulo e feche o pastel apertando um garfo nas extremidades para vedar bem.


... e você pode cortar os cantinhos para ficar ainda mais perfeito.

... faça os pastéis o menor possível porque essa massa cresce quando cozinha.

Coloque os pastéis em uma panela com água fervendo e um fiozinho de óleo e um pouco de sal. Deixe cozinhando por uns 30 a 40 minutos. Enquanto isso, esquente o molho que estava de lado e acrescente o manjericão. Desligue o fogo e jogue os pedacinhos de mussarela e misture. Arrume os pastéis em uma travessa ou em um prato, jogue o molho por cima e aí é só comer! Hmmmm!

3 comentários:

b.m. disse...

<3 hummmmm <3

Joan disse...

yummmie! yummie!

Ccelina disse...

mmm q delicia, nao sabia q vc tinha um blog gegetariano, tava fuçando no google reader e vi sua inscrição!!! Adorei, bj